sábado, 20 de agosto de 2011

Internet: Lei Azeredo viola privacidade

 Internet: Lei Azeredo 
viola privacidade 
O poeta romano Juvenal (60 – 120 aC.) autor do livro As Sátiras — já àquela época preocupado com o poder censório do Estado —, tem um personagem na Sátira VI a certa altura pergunta: “quis custodiet ipsos custodes” (Quem vigia os vigilantes?) 
Declaração Universal dos Direitos Humanos. Acordo internacional ratificado pelo Brasil.
Artigo XIX: “Todo ser humano tem direito à liberdade de opinião e expressão; este direito inclui a liberdade de, sem interferência, ter opiniões e de procurar, receber e transmitir informações e idéias por quaisquer meios e independentemente de fronteiras.” 
Leia mais, click aqui
Fonte: Blog do Mesquita

Nenhum comentário: