sábado, 12 de dezembro de 2009

Polícia lança uma nova advertência aos desordeiros

Clima: polícia lança uma nova advertência aos desordeiros
A polícia dinamarquesa lançou neste sábado uma nova advertência aos desordeiros que queiram se aproveitar da manifestação pelo clima para cometer atos de violência nas ruas de Copenhague.
Segundo a polícia, ao menos 50 mil pessoas devem participar hoje da grande manifestação convocada pelas ONGs, que vai pedir um acordo ambicioso para conter o aquecimento global, entre o centro da cidade e o Bella Center, local da Cúpula sobre o Clima da ONU.
"Há limites a serem respeitados", disse o chefe-adjunto da polícia, Per Larsen, ao canal dinamarquês TV2 News, visando particularmente o grupo de extrema esquerda "Never Trust a Cop", que convocou uma manifestação anticapitalista para as 13H30 (12H30 GMT) no centro da cidade.
Esta advertência também foi dirigida ao movimento antiglobalização Climate Justice Action, que pediu "desobediência civil".
"O problema é que tendemos a aceitar a desobediência civil na sociedade. Mas quando ela ultrapassa os limites das leis penais, somos obrigados a atuar para acabar com ela", destacou o policial.
Larsen afirmou no entanto que a polícia dialoga bem com estes grupos e deseja "conversar" com eles. "Mas terão de assumir as consequências se ultrapassarem a linha vermelha", acrescentou.
A polícia já expulsou algumas pessoas do territórios, como dois britânicos por vandalismo e por terem cuspido em um policial e um francês por violação à lei sobre armas, segundo o comissário Lars Christian Borg.
Fonte: AFP

Nenhum comentário: