segunda-feira, 17 de setembro de 2012

18 de setembro - Concentração e acampamento para impedir a mega mineração

18 de setembro - Concentração e acampamento para impedir a mega mineração 
Amanhã, (18), em Rawson, moradores de assembleias e fóruns sócio-ambientais iniciarão uma caravana, farão uma concentração e um acampamento na Assembleia Legislativa que se estenderá até a quinta-feira em rechaço ao projeto de lei que pretende regulamentar a atividade mineira em grande escala em Chubut, hoje proibida em toda a província para a mineira metalífera e a céu aberto com uso de cianeto. 
De 18 a 20 de setembro se realizarão atividades na Assembleia Legislativa "para fazer ouvir a voz do povo chubutense que diz NÃO ao marco regulatório extrativo”. O protesto, que inclui uma caravana, concentração e um acampamento durante os três dias "por nossos rios e bacias hidrográficas, pelo ar puro e pelos territórios”, será acompanhado por grupos musicais apresentações artísticas. 
O rechaço social à atividade em qualquer de suas formas se amplia uma vez que se expande a informação entre os moradores de toda a província em defesa da água, da terra e reivindicando expandir atividades verdadeiramente produtivas e sustentáveis. 
Tudo isso apesar dos esforços do governo de Martín Buzzi que, através de funcionários das áreas de minas e meio ambiente, recorrem às localidades promovendo a aprovação do que o governo denomina "marco regulatório da atividade mineira em grande escala”. A iniciativa governamental ingressou na Assembleia Legislativa de Chubut no mês de junho e ainda não foi tratada nas comissões. 
Atualmente 20% do território chubutense pertence à mineração, segundo o cadastro mineiro, com mil concessões a minas outorgadas nos últimos cinco anos e pelo menos uma dezena de explorações avançadas em depósitos de ouro, prata, cobre e urânio, cujas empresas esperam ansiosas a sanção deste projeto para começar a exploração. Entre elas, Pan American Silver e seu projeto de prata e chumbo Natal ou os uraníferos de Megauranium, UrAmerica e a própria CNEA, todos localizados na planície de Chubut. 
Contatos: 
Rawson - Romina: 0280-154399254 / Marisol: 0280-154382490 
Trelew - Pablo : 0280-154630754 
Fuente: No a la Mina

Nenhum comentário: