quarta-feira, 27 de fevereiro de 2013

Um mês após tragédia, Santa Maria homenageia vítimas de incêndio

Um mês após tragédia, Santa Maria homenageia vítimas de incêndio
A polícia disse que há indícios da perícia que comprovam a presença de cianeto nos exames feito nas vítimas
Nesta quarta-feira (27/02), a cidade gaúcha de Santa Maria homenageou as vítimas do incêndio de um mês atrás na boate Kiss. As homenagens começaram ainda na madrugada. Em frente à boate Kiss, uma faixa trouxe fotos das 239 vítimas na forma de um grande coração. Pela manhã, uma multidão vestindo branco e trazendo flores se reuniu na praça central da cidade. Às 8h, o silêncio foi rompido com sinos, buzinas e palmas.
“É graças aos abraços que a gente está recebendo, de familiares, de amigos, de pessoas estranhas, é com este abraço coletivo que a gente está suportando”, disse Ogier Rosado, pai de uma vítima.Durante cinco  minutos,  Santa Maria ouviu o som de quem não quer deixar que o mundo esqueça uma tragédia tão grande.
À tarde, mães das vítimas do incêndio da boate que matou 199 pessoas em Buenos Aires em 2004 chegaram a Santa Maria para prestar solidariedade às famílias brasileiras. A polícia disse que há indícios da perícia que comprovam a presença de cianeto nos exames feito nas vítimas.
O gás teria sido liberado pela queima da espuma que revestia o teto da boate. Os investigadores também querem saber quem autorizou o funcionamento da casa sem as devidas condições de segurança. “Nós estamos focando mais nesta questão da expedição dos alvarás e das fiscalizações: como eram feitas, quem deveria fazer e a responsabilidade eventual de quem deveria ter feito. Isso é o mais importante” declarou Marcelo Arigony, delegado de Santa Maria.
No início da noite, uma nova homenagem aos mortos reuniu centenas de pessoas em uma  caminhada pelas ruas de Santa Maria.
Fonte: Canal G1

Nenhum comentário: