sábado, 14 de agosto de 2010

MEU BONDE PASSA PELO MERCADO

MEU BONDE PASSA PELO MERCADO
Meu bonde Passa Pelo Mercado
Mas o que há de Bom Mesmo não está a Venda, o que há de Bom mesmo não custa nada.
Este Momento de Euforia é a Flor da Eternidade.
E Essa Minha Alegria inclui Também inclui Minha Tristeza – a nossa Tristeza . . .
Tu não Sabias, Meu  companheiro de Viagem?
Todos os Bondes Vão Para o Infiníto!
Mário Quintana
Baú dos Espantos - Poesias
Fonte: via e-mail/Eduino de Mattos

Nenhum comentário: