domingo, 15 de janeiro de 2012

As 6 maiores construções fantasmas do mundo

Este deveria ser o maior parque de diversões do mundo. (Fonte da imagem: TheAtlantic)
As 6 maiores construções 
fantasmas do mundo
Às vezes, o excesso de ambição em alguns projetos pode ocasionar falhas graves no planejamento dos projetos, ocasionando o abandono de edificações que deveriam ser espetaculares.
A visão de crescimento do ser humano excede quaisquer limites. Nas grandes metrópoles, vemos construções gigantescas, como o Hoover Dam e o Empire State Building, as quais nós não acreditaríamos se não as estivéssemos vendo. Contudo, muitas vezes a ambição do homem vai além da sua capacidade de concretizá-la. O resultado disso, são edificações e projetos enormes que são abandonados no meio de sua execução, gerando cidades-fantasmas modernas. 
O site Cracked fez uma seleção com seis projetos que deveriam ser fantásticos, caso ficassem prontos. 
1. Maior parque de diversões da Ásia 
O sonho de muitas crianças é conhecer a Disneylândia, um dos mais famosos parques de diversões da história. Talvez, esse centro de entretenimento norte-americano tivesse um grande concorrente, para não dizermos uma cópia, se este parque fosse concluído. A 45 minutos de Shanghai, atualmente o local não passa de ruínas assustadoras. Segundo a publicação, o projeto foi cancelado por causa de camponeses que entraram com ações judiciais contra a construção do parque temático. 
2. Um arquipélago gigante 
A partir de 2003, a economia de Dubai começou a apresentar um crescimento significativo. Com isso, excentricidades foram surgindo na cidade. Com dinheiro no bolso, não havia limites para a ousadia arquitetônica. Em um desses devaneios, foi elaborado um projeto que previa a construção de um arquipélago que reproduzisse o formato dos continentes do globo terrestre. 
Todavia, quando as ilhas artificiais foram terminadas, a economia desse emirado passava por certas dificuldades, colaborando para que nenhuma pessoa se mudasse para as porções de areia criadas. 
(Fonte da imagem: Daily Mail) 
3. Metrô abandonado 
No início do século passado, Cincinnati foi uma das principais cidades em expansão nos EUA. Os limites territoriais haviam crescido muito e o município precisava de um meio de transporte eficiente. A saída encontrada foi a construção de um metrô. A estimativa de gastos chegava a aproximadamente US$ 12 milhões. Porém, os cofres públicos tinham apenas US$ 6 milhões disponíveis. Nem essa diferença impediu que o projeto fosse iniciado. 
O que aconteceu? Na meta da execução, o dinheiro acabou e a obra foi interrompida. Ao longo das décadas, foram propostos diversos projetos para a transformação do lugar em discoteca, adega e abrigo nuclear. Contudo, o sistema de metrô ainda continua sendo apenas um abrigo para morcegos. 
(Fonte da imagem: Jonathan Warren/Wikimedia Commons) 
4. Aeroporto fantasma 
O Aeroporto Internacional Montreal-Mirabel foi o maior aeroporto visionado, tendo 397 quilômetros quadrados de área – quase tão grande quanto a cidade de Montreal a qual serviria. Ele foi projetado para suportar o transporte de 50 milhões de passageiros por ano e teve um sistema de metrô construído especificamente para ligá-lo à cidade. O aeroporto foi inaugurado em 1975 com a realização dos Jogos Olímpicos daquele ano. 
Tudo ia bem até que os jogos terminassem. Foi quando o governo canadense viu que as suas projeções de passageiros para o Montreal-Mirabel passou bem longe da realidade. Hoje, o aeroporto funciona em uma pequena parcela de sua estrutura para o recebimento de cargas – o restante foi desativado ou vendido para empresas privadas. 
5. O paraíso das compras 
Os chineses realmente gostam de construir coisas grandes. Além da Grande Muralha da China, e do parque de diversões que acabamos de conhecer, o país também foi o responsável pelo maior shopping do planeta. O New South China Mall foi levantado na cidade de Dongguan com espaço para 2.350 lojas, uma montanha-russa de 553 metros, um parque de diversões indoor, um canal para a passagem de barcos com 2 quilômetros de extensão e réplicas de alguns monumentos, como o Arco do Triunfo. 
(Fonte da imagem: EPA/Daily Mail) 
As projeções de clientes era o shopping era animadora, já que o município tem cerca de 7 milhões de habitantes. O erro foi esquecer que a maioria da população é formada por agricultores e trabalhadores de fábricas, com salários baixos que mal conseguem satisfazer suas necessidades básicas. Poucas lojas estão instaladas no estabelecimento (uma delas é o McDonald’s), sendo que 99,5% do shopping está vago. 
6. Isto sim é um acelerador de partículas 
O Large Hadron Collider (LHC), em funcionamento na Suíça desde 2008, é o maior e mais potente acelerador de partículas do mundo. Quando começou a operar, a instalação foi comemorada por boa parte da comunidade científica, exceto os norte-americanos. Isso porque esse status deveria ser dos EUA, já que o país possui o Superconducting Super Collider (SSC), no Texas, com 55 quilômetros de comprimento – três vezes mais que o LHC. 
(Fonte da imagem: Jim Merithew/Wired.com) 
Para a decepção dos cientistas, ele nem chegou a ser inaugurado. Depois de dois anos de construções, já em estágios bem avançados, o governo dos EUA decidiu cortar o financiamento para o projeto, jogando no lixo os US$ 2 bilhões investidos até aquele momento. 
Na galeria abaixo você pode conferir mais fotos desses locais abandonados. 
Leia mais em TecMundo

Nenhum comentário: