quinta-feira, 24 de setembro de 2009

Operação Boi Pirata II

Para dar continuidade ao cerco ao boi na Amazônia, o Ibama deflagrou a Operação Boi Pirata II na Floresta Nacional do Jamanxim, no oeste do estado do Pará, em Novo Progresso. A região possui um dos maiores índices de desmatamento e de cabeças de gado criado ilegalmente dentro de uma área protegida. A Floresta Nacional (Flona) é uma unidade de conservação que permite o uso sustentável múliplo e pesquisa científica, mas onde não é permitida a existência de propriedade privada. Com área de 1,3 milhão de hectares de floresta primária, a Floresta Nacional do Jamanxim está com aproximadamente 11% de sua área desmatada, um total de 150 mil hectares.Segundo informações do Ministério do Meio Ambiente, existem na área cerca de 15 mil cabeças de gado. O repeteco da operação – que já rolou no ano passado - é que quem não tirar o rebanho da Flona, vai perder o gado e todas as fazendas serão multadas. A fase II da operação já gerou mais de R$ 15 milhões em multas. O dano a unidades de conservação prevê prisão de até cinco anos. O objetivo da operaçao é frear o desmatamento ilegal na Amazônia para a criação de gado, que responde por 14% de todo o desmatamento do mundo.

Nenhum comentário: