sábado, 9 de janeiro de 2010

Travessia da Sanga do Arroio Teixeira

Imagens: Rodrigo Ventura Canoistas em aventura e exploração do Arroio Teixeira em Tapes/RS
Com a programação de aventura e exploração nas sangas de Tapes marcada para as 8 horas da manhã na ponte do Arroio Teixeira, recurso hídrico de importância na região, e um trecho a ser percorrido de aproximadamente 5 km da BR 116 até a barragem do Arno Correa, um grupo de canoistas da cidade, com preocupação ambiental mas com a diversão como meta, encontraram muitos obstáculos. As imagens mostram as dificuldades "mata fechada, impedindo em vários trechos a remada, nos obrigava a arrastar em campo aberto, campos sujos, barros até o joelho, campos inundados tomados de sangue suga, entre outros" (bichos), segundo o envio de e-mail para a Rede. Esse trecho da BR 116 até a barragem do Arno Correa teve tempo estimado das 8:00 am as 13:30 pm. Segundo o envio de e-mail pelo aventureiro Rodrigo Ventura, este disse que apartir dali a sanga fica mais limpa e mais larga, podendo assim fazer uma ótima remada, "mas logo após a barragem ainda havia algumas tranqueiras. Deste trecho da barragem até a lagoa foi aproximadamente 15 km de remo" com tempo estimado das 13.30 pm as 20 pm quando chegaram ao Clube Náutico Tapense. A próxima aventura prevista será a travessia de 75 km da ponte do Cristal até a lagoa dos Patos, via Rio Camaquã.
Em Rede: ORKUT via Os Verdes de Tapes

Um comentário:

rodrigoventur disse...

e ai Julio, fico bem legal a matéria sobre a remada, foi isso ai mesmo, grande abraço e na próxima te aviso de novo, abraço