segunda-feira, 19 de setembro de 2011

Ação em rede na Internet chamou atenção de autoridades catarinenses para desmatamentos

 Ação em rede na Internet chamou atenção de autoridades catarinenses para desmatamentos
Recebida via Facebook uma mensagem que emocionou internautas da REDE Os Verdes. Promovemos o envio de apoio ao alerta feito por moradora de Florianópolis, que informou estar havendo o corte de mata nativa na Praia Brava, "dia e noite" segundo o alerta. 
Imediatamente replicamos para todos os nossos simpatizantes na REDE Os Verdes no Brasil, quando pedimos ajuda para algum de nossos contatos na Praia Brava, no Estado de Santa Catarina que poderia procurar o MPF, MPE, Polícia Ambiental e outros órgãos de proteção ambiental, para que pudessem intervir nesta área que está sendo denunciada. 
Segundo a moradora, de Florianópolis, que informava fato em Itajaí, atrás da construção do "Brava Beach", os bichos saiam das matas sendo derrubadas, assustados e desorientados, invadindo casas. "Os bichos estão saindo pelas ruas desorientados, uma macaquinha saiu na rua desesperada com dois filhotes nos braços, sem saber para onde ir" dizia a nota.
O protesto de pessoas na área, ante o desmatamento, clamava pela presença das autoridades, como o IBAMA e a FATMA, órgãos federal e estadual, que tomaram conhecimento via internet, após mobilização das Redes no Facebook e fora dela.
Através da ONG RasgaMar, parceira da REDE Os Verdes, com atuação na defesa ambiental na região de Laguna e no Farol de Santa Marta, foi recebida a resposta do Presidente da FATMA que informa, irá tomar as providências após análise do caso. 
O presidente da FATMA Murilo Xavier Flores, disse com relação a denúncia em Itajai, "que num primeiro momento, a fiscalização que enviamos verificou regularidade na supressão de vegetação. Digo, 'num primeiro momento', porque ainda serão verificadas se o que está sendo cortado está de acordo com a licença e se esta respeitou a legislação", informou no comunicado por e-mail à ONG RasgaMar.
"O fato de haver desmatamento não significa que há crime ambiental. É possível, mas não é uma relação automática. É preciso ver quais as providências exigidas ao empreendedor e se elas foram seguidas", disse o Presidente da FATMA.
Segundo ele informou, "o fiscal enviado é de alta competência e seriedade. Se for apurada algumas irregularidade na documentação que embasou o corte, informaremos a toda a sociedade catarinense", afirmou Murilo Flores, Presidente da FATMA em Santa Catarina. 
Fonte: REDE Os Verdes/com apoio RasgaMar

Um comentário:

REDE Os Verdes disse...

Desmatamento da Praia Brava em Florianópolis

Notícia de 15 de setembro no PozAgora?Floripa

http://noticias.pozagora.com.br/noticias/9713.html

Moradores da Praia Brava, norte da ilha em Florianópolis, estão preocupados com o desmatamento da mata na região. O fato ocorre devido a construção do Brava Beach, o prédio está sendo construído numa área de mata nativa. Segundo os moradores vários animais estão deixando o local sem ter para onde ir, já que a maioria da mata nativa da região já foi extraída para a construção de outros prédios. Um alerta para as autoridades e para os orgãos de fiscalização que até agora não tomaram nenhuma providência.