sábado, 10 de setembro de 2011

O porquê do sumiço das abelhas

O porquê do sumiço das abelhas 
Torres de telefonia celular podem ser a causa de colapso da população de abelhas 
Por Mike Adams

Tradução: lhas3126@gmail.com 
NaturalNews - É um dos sinais da (rápida) aproximação do colapso da produção de alimentos que o nosso mundo enfrentará em breve: as abelhas estão desaparecendo a um ritmo verdadeiramente alarmante em todo o mundo. Em torno de 30% da população de abelhas está desmoronando na América do Norte anualmente nos últimos anos, e não há fim à vista para "o silêncio das abelhas" que deve acontecer com a extinção da espécie. As abelhas, claro, polinizam cerca de um terço de todos os alimentos consumidos pelos países do primeiro mundo. 
Sem elas, a oferta de alimentos cai globalmente e a disparada dos preços dos alimentos em todo o planeta será a consequencia (e dai todos os países serão de ''terceiro ou quarto mundo''). A população humana não surpreendentemente, vai despencar. As abelhas são absolutamente cruciais para a cadeia da vida na Terra, e elas estão morrendo em números recordes. 
Os esforços para entender a causa do colapso da população de abelhas (às vezes chamado de "Colony Collapse Disorder"-CCD) já apontou para os pesticidas , a poluição do ar e até mesmo os alimentos/organismos geneticamente modificados-OGM. Todos esses são sem dúvida fatores importantes, mas as novas pesquisas realizadas no Instituto Federal Suíço de Tecnologia pode ter revelado uma verdade fundamental: os sinais de telefonia celular.
Como torres de telefonia celular causam desorientação às abelhas, que entram em colapso 
O pesquisador Daniel Favre e seus colegas realizaram 83 experimentos de gravação da reação de abelhas para telefones celulares em seu estado desligado, em modo de espera ou estado de modo ativo. Acontece que quando os telefones celulares estão em seus estado de modo ativo (envio ou recepção de sinais), as abelhas são fortemente desorientadas pelos sinais eletromagnéticos da telefonia celular e sofrem de problemas de comunicação generalizado, que faz com que parem de procurar o seu alimento, o pólen e comecem a pulular. 
Especificamente, o seu "trabalho de tubagens" aumenta a sua atividade em 1000 por cento (dez vezes). Isso foi determinado com uma abordagem científica detalhada que está descrito no seu relatório em: http://www.kokopelli.asso.fr/docume, como Favre explica em seu artigo intitulado "Telefonia Celular induz abelhas a trabalharem para enxameação indevida levando a perdas de colméias". 
O trabalho de tubulação em uma colônia de abelhas não é freqüente, e quando ele ocorre em uma colônia, que não está em um processo de enxameação, não mais que duas abelhas são simultaneamente ativas. A indução da conduta das abelhas pelos campos eletromagnéticos de telefones celulares pode ter consequências dramáticas em termos de perdas de colônias por enxameação inesperada. Favre passou a dizer isso em Fast Company: http://www.fastcompany.com/1752894/
"Entre outros fatores, como o ácaro Varroa e os pesticidas, os sinais de telefones celulares e suas torres podem estar contribuindo para o declínio da população das abelhas ao redor do mundo. Estou chamando a atenção da comunidade científica internacional para que mais pesquisas sejam feitas neste campo." 
Naturalmente, pelo tempo que os estudos adicionais precisam para serem feitos, pode simplesmente ser tarde demais. Se o colapso da população de abelhas continuar se acelerando por mais alguns anos, a polinização dos plantações para abastecimento alimentar mundial pode tornar-se quase impossível. Isso vai levar à grande mortandade de seres humanos pela fome, especialmente em países de terceiro mundo. 
Engraçado como isso funciona, não é? Imagine a narrativa dos historiadores do futuro: os seres humanos se multiplicaram e ampliaram sua rede de telefonia celular espalhando torres para o ponto onde os insetos polinizadores, quase todos morreram pelo efeito do distúrbio provocado pelo campo eletromagnético dessa tecnologia (que também é muito nociva PARA A PRÓPRIA SAÚDE HUMANA). 
Então a civilização humana entrou em colapso e as torres de celular ficaram em silêncio (restaram poucos humanos ''civilizados" para conversarem, na maior parte do tempo, assuntos frívolos e banais). Dentro de uma década, as abelhas voltaram a serem mais uma vez prolíficas e saudáveis...
As abelhas não precisam do ser humano, você vê. Mas nós precisamos delas. E MUITO MAIS DO QUE IMAGINAMOS!!!
A arrogância da ciência e tecnologia 
Em Roma, os ''cientistas'' daquele tempo fabricavam os canais municipais de distribuição de água em tubos de chumbo, causando assim um generalizado envenenamento da população, mesmo sem saber que isso estava acontecendo. A ciência e a tecnologia sempre vêm juntas com uma forte dose de arrogância e deliberada ignorância. Hoje, os pesticidas tóxicos mantem empresas químicas que produzem veneno que mata o nosso planeta, e eles continuam fazendo isso em nome da "agricultura científica". 
Ver o meu documentário relacionado "O Deus Interior" para entender o quão escuro e profundo este abandono da vida e com a realidade a comunidade científica: http://naturalnews.tv/v.asp?v=E3B38
Quer se trate de pesticidas, torres de celular, os OGM ou alguma outra tecnologia, os cientistas insistem sempre que as suas tecnologias são inofensivas ao mundo natural, mesmo com a grande sexta extinção da humanidade que já está em curso no planeta Terra. Mas ninguém pode negar que o colapso das abelhas esta de fato ocorrendo, e a beleza da Mãe Natureza é que, quando os chamados "avanços científicos" ficarem completamente fora de equilíbrio com o mundo natural e tornarem-se realmente uma ameaça à vida na Terra , o mundo natural, o planeta, tem uma maneira de colocar a expansão desenfreada da raça humana em xeque. É o chamado colapso da população. E ele já está vindo acelerado. 
Se pudéssemos desligar a torres de celular, parar o OGM, parar a pulverização de agrotóxicos e acabar com a contaminação em massa de produtos químicos-farmacêuticos (veneno também) do nosso planeta, então as nossas abelhas (e outras espécies animais importantes) poderiam ter uma chance. Mas os seres humanos são muito míopes para compreender o seu papel ao interagir com qualquer coisa que afeta a delicada teia da vida na Terra. Assim, os seres humanos negam qualquer responsabilidade por suas ações, encobrem (ou fingem não enxergar e/ou entender) a verdade sobre o que realmente está acontecendo, e até mesmo está acelerando o próprio colapso da população humana global.
A ciência não pode transformar uma semente em uma planta de alimento vivo
Sadness Gaia
Tudo vai ser liderado por "ciência" e "tecnologia", é claro. E ainda toda a ciência do mundo não pode criar um pedaço de comida de verdade que vai manter o próprio cientista vivo. Só a Mãe Natureza/GAIA pode fazer a "mágica" de crescer uma planta de uma semente (por causa de um ingrediente que nenhum cientista materialista compreende: O AMOR!!! produzir uma flor e, em seguida, um legume ou fruta, que alimenta uma criança ou um adulto. Só a Mãe Natureza/GAIA pode nos manter vivos, e não a tecnologia científica. 
E no final, quando a história do nosso mundo moderno estiver totalmente escrita, CONCLUÍDA, é que vai mostrar como os cientistas quase exterminaram a raça humana através de sua arrogância, seu envenenamento em massa do mundo, e seu completo desprezo pelo valor da vida. 
Todas estas coisas têm sido realizadas sob o nome da ciência: Os cultivos geneticamente modificados, as sementes terminator com auto-destruição, pesticidas químicos, torres de celular, a fluoretação da água, enchimentos do mercúrio, medicamentos psiquiátricos e muito mais. Cada um deles, à sua maneira, ameaça a sustentabilidade da vida no nosso planeta. E é por isso que a "ciência" como praticada hoje tornou-se o caminho para a nossa própria auto destruição. 
O colapso das abelhas e seu desaparecimento é apenas um (de vários outros, para quem tem ''olhos para ver e ouvidos para ouvir'') sintoma do que está errado. O câncer real minando a nossa civilização é a arrogância e a destruição generalizada dos cientistas que desempenham um papel de deuses com o nosso mundo ao não ter absolutamente nenhuma preocupação com as conseqüências de suas ações. 
Assistam o meu documentário para saber mais sobre a irracional e totalmente insana filosofia cruel que sustenta a-dia da ciência moderna (e a civilização que utiliza os produtos por ela criados): http://naturalnews.tv/v.asp?v=E3B38


Nota do Tradutor: Se essas pesquisas a respeito da interferência das ondas eletromagnéticas da telefonia celular no colapso global das abelhas estão certas, a minha consciência, pelo menos nesse aspecto, esta tranquila: EU NÃO USO, NÃO TENHO E NÃO PRECISO DE TELEFONE CELULAR 
Fonte: REDE Os Verdes/via Jornal dos Amigos

Nenhum comentário: