sexta-feira, 16 de abril de 2010

Bombas "sujas" nucleares

A ONU detectou 390 casos de desaparecimento, roubo e contrabando de material nuclear desde 1993
O negócio clandestino de bombas atômicas “sujas” – Em 14 de dezembro de 1994, graças a uma denúncia anônima, a polícia da Checoslováquia recuperou em um carro estacionado nas ruas de Praga uma caixa carregada com 2,7 quilos de urânio enriquecido a 87,7%, um grau de pureza equiparável ao das ogivas atômicas do Pentágono.
Seis meses depois, as forças de segurança checas interceptaram outros 500 gramas do mesmo material na capital e uma amostra de 17 gramas em um local no sul do país. Vários cidadãos russos e um físico nuclear tcheco foram detidos, aparentemente sem ter conseguido vender seu produto, em um dos episódios mais horripilantes de contrabando atômico já revelados.
Leia mais no Portal ECODEBATE

Nenhum comentário: