terça-feira, 11 de maio de 2010

Lixo Digital e a Catástrofe Africana

Lixo Digital e a Catástrofe Africana
Por Júlio Wandam
Esta série de imagens postadas acima nos remetem a idéia futura de Sociedade?
Algo que foge as raias do entendimento ocorre na África, a "mâma-africa", que segundo os estudos mais recentes e mais antigos, seria o berço de nossa "avançada" civilização.
"Para onde vai o computador velho
Para onde vão os equipamentos eletrônicos, principalmente computadores, depois que são substituídos por um modelo mais novo? A resposta não é muito bonita. O fotógrafo Andrew McDonnell fez um ensaio sobre um dos maiores lixões eletrônicos do mundo. Fica num subúrbio de Accra, capital de Gana, na África."
Nos últimos 100 anos a humanidade experimenta os "confortos" da tecnologia e de forma rápida como os giga-bytes dos computadores, descartam acessórios e máquinas que possuem a validade prevista pela "técnica da obsolecência programada" que o produto oferece, embutido na máquina, mas não divulgado para o cliente.
"Estima-se que 70% dos equipamentos descartados nos Estados Unidos e Europa vão parar em depósitos como esse, em países pobres. São 20 a 50 milhões de toneladas de computadores, celulares, TVs e impressoras velhos. Eles têm substâncias tóxicas em sua composição, como o mix que recheia as baterias ou metais pesados. Terminam em lugares como Gana, Nigéria ou Costa do Marfim.
O trabalho de recuperação do material reaproveitável é perigoso. Na foto, uma criança separa cacos de vidro de monitores quebrados.
Abaixo você pode ver ainda mais fotos de tudo isso lá em Gana."
A visão das imagens de onde se encontram aquelas máquinas que "não prestam" mais para sociedade consumista, demonstra o que ocorre com aquele povo próximo e manejando com produtos tóxicos e cancêrigenos.
O que fazer? Quando poderá ser feito para uma mudança de mentalidade quanto as descarte dos lixos, sejam eles tecnógicos ou domésticos?
Imagens: Blog ECO4YOU
Fonte: REDE Os Verdes/RS
Imagens: Revista Época

Nenhum comentário: