quinta-feira, 17 de fevereiro de 2011

Bertin desiste de participar de Belo Monte


 Bertin desiste de participar de Belo Monte
Por Maurício Godoi
O Grupo Bertin não vai mais participar da construção da usina hidroelétrica Belo Monte, no Rio Xingu. A decisão foi tomada ontem e põe um fim às especulações sobre o futuro do Bertin no consórcio Norte Energia, liderado pela Eletrobras e responsável por Belo Monte. 
A decisão do Bertin afeta especificamente a Gaia Energia, sua subsidiária para o setor energético. A Gaia detinha 9% do consórcio de Belo Monte. Seu papel na parceria era o de autoprodutor, isto é, uma empresa que assumiria o compromisso de consumir parte da energia gerada pela usina. O Bertin não precisará pagar nenhuma multa para deixar o consórcio de Belo Monte, segundo o grupo.
Isto porque a opção de se recusar a participar do projeto já estaria prevista no contrato com os parceiros. O Bertin continuará no consórcio por meio de outra subsidiária, a Contern Construtora, que atuará nas obras da hidroelétrica. Segundo o Bertin, abrir mão de Belo Monte foi uma decisão estratégica, que permitirá ao grupo focar a construção das sete termoelétricas que faltam ser entregues, do pacote de nove usinas que conquistou em leilão em 2008. 
Licença 
Ontem, a ministra do Meio Ambiente, Izabella Teixeira, disse não saber quando será dada a licença definitiva para a usina hidrelétrica de Belo Monte, no Rio Xingu (PA). Segundo ela, o assunto está sendo conduzido pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), com base em critérios técnicos, e não deve sofrer influência política. "As reivindicações do ministro de Minas e Energia, Edison Lobão, que tem pressionado pela liberação da licença definitiva, são legítimas. 
Fonte: DCI
   

Nenhum comentário: