quinta-feira, 17 de fevereiro de 2011

Caixa e Belo Monte tomam decisões erradas e agora arcam com os custos

Parem com o "Belo Monte" nos rios do Xingu!!!!!

 Caixa e Belo Monte tomam decisões erradas e agora arcam com os custos
"A Caixa é um banco forte, mas essa direção foi desastrosa", diz Miriam Leitão sobre compra do banco Panamericano, que apresenta rombo gigantesto.
O governo está com dois abacaxis nas mãos. Um deles comprado pela Caixa Econômica, que gastou R$ 780 milhões comprando metade do Banco Panamericano. Aí o banco ele teve esse rombo que todos acompanharam. Mas ontem foi um momento importante porque foi divulgado o balanço do banco. Ele tem R$ 197 milhões apenas de patrimônio. Isso não é nem de banquinho, é o dinheiro de uma pequena financeira. E tem um rombo de R$ 4,3 bilhões. Ou seja, a Caixa Econômica comprou caro. Além disso, vai ter que bancar mais para que o banco fique de pé e continue crescendo. Foi uma decisão desastrosa. A Caixa é um banco forte, mas essa direção foi desastrosa.
O outro abacaxi é a construção da usina de Belo Monte. Um belo monte de dinheiro público foi colocado através de empréstimo subsidiado do BNDES, participação de estatais e arranjos econômicos para que o consórcio ganhasse a concorrência. Um dos grupos saiu porque não tem dinheiro para dar de garantia. Agora o consórcio vai ter que correr atrás de outros sócios. Equívocos porque o governo fez uma interferência indevida e quis que o grupo saísse a qualquer preço para o contribuinte.
 
Fonte: Jornal Floripa
   

Nenhum comentário: