terça-feira, 26 de abril de 2011

As belezas e incertezas da Foz do Rio São Francisco, onde a natureza cobra seu preço

As belezas e incertezas da Foz do Rio São Francisco, onde a natureza cobra seu preço
Os turistas que visitam Piaçabuçu, uma pequena cidade no extremo sul do estado de Alagoas, estão em busca de seu único atrativo:  Piaçabuçu é a última cidade banhada pelo Rio São Francisco em seu longo caminho para o mar.
Após negociar com os barqueiros e operadores turísticos que lotam os atracadouros da cidade, os turistas ficam extasiados com as dunas de areias brancas e as águas transparentes do "Velho Chico", sem perceber que toda esta beleza esconde um desastre ecológico. 
Ao avistar as ruínas do Farol do Cabeço, hoje em pleno Oceano, com uma inclinação que lembra a Torre de Pisa, sequer imaginamos que há 20 anos existia no local o povoado do Cabeço, onde viviam cerca de 120 famílias. 
Porém, a construção da Usina Hidrelétrica de Xingó, centenas de kms rio acima, mudaram a dinâmica e a vazão do Rio São Francisco, fazendo com que as águas perdessem força, permitindo a invasão do mar. 
Em poucos anos o oceano avançou e inundou grande parte da cidade, obrigando quase todos os moradores a mudarem-se para um  povoado na costa sergipana, construído com recursos governamentais. Hoje, apenas 15 famílias lutam contra a força das águas no Cabeço. 
Fonte: REDE Os Verdes/Via e-mail

Nenhum comentário: