sexta-feira, 24 de julho de 2009

Brasil URGENTE Marina PRESIDENTE

Marina Silva é aplaudida de pé ao convocar
juventude a lutar pelo meio ambiente
Por Amanda Cieglinski,da Agência Brasil - 20/07/2009

Brasília - A senadora e ex-ministra do Meio Ambiente, Marina Silva (PT-AC), foi aplaudida de pé na sexta-feira (17/07), por uma plateia de cerca de 300 pessoas, no 51º Congresso Nacional da União Nacional dos Estudantes (Conune), depois de ter conclamado a juventude a participar da construção de um novo modelo de desenvolvimento sustentável.
Ao final de sua palestra, os participantes gritavam “Marina guerreira, exemplo para a juventude e referência brasileira”.
Marina disse aos estudantes que acredita no poder de transformação da juventude porque ela “não é pragmática”. “Não será fácil reduzir as emissões de gás carbônico para evitar o aquecimento global. Mas se os jovens fossem pragmáticos não acredito que seria possível derrubar o regime militar”, comparou.
Ela defendeu que a “raiz para todas as crises”, seja a econômica ou a ambiental, está no atual do modelo de desenvolvimento. Para construir um novo formato, Marina apontou para a necessidade de valorizar os saberes tradicionais, especialmente os dos povos indígenas.
A senadora e outros participantes do debate, como o deputado estadual Eron Bezerra (PcdoB-AM), pediram que a próxima Caravana da UNE discuta os problemas do meio ambiente e encerre sua jornada na Amazônia. A caravana visitou, no ano passado, 41 instituições de ensino superior das 27 unidades da federação do país, em quatro meses de percurso. Os debates foram focados em temas ligados à saúde, educação e cultura.
Os estudantes que compareceram à palestra aproveitaram para falar de suas ideias para preservar o meio ambiente. Alguns defenderam que o próximo Conune utilize apenas papéis reciclados no material do congresso. Outros estudantes do Norte do país chamaram a atenção para a difícil situação que enfrentam os ribeirinhos nas épocas de cheia.
Marina pediu ao público que se mobilize pela não aprovação do novo Código Florestal. O projeto proposto pelos parlamentares da Comissão de Agricultura prevê várias mudanças na atual legislação e diminui a autonomia da União nas questões ambientais.
“Peço que o Congresso da UNE aprove uma moção contra o desmonte da legislação ambiental. O que a bancada ruralista está propondo vai acabar com toda a política ambiental brasileira construída nos últimos anos”. A senadora defende que seja mantida a atual legislação.
O Conune termina no próximo domingo (19) com a eleição da nova diretoria da entidade. Cerca de 10 mil universitários estão em Brasília participando do evento. Amanhã (18), eles vão promover um ato pelos 50 anos da Revolução Cubana. As atividades estão sendo realizadas na Universidade de Brasília (UnB).(Envolverde/Agência Brasil)

© Copyleft - É livre a reprodução exclusivamente para fins não comerciais, desde que o autor e a fonte sejam citados e esta nota seja incluída

INSTITUTO SOS RIOS DO BRASILDivulgando, Promovendo e Valorizando quem defende as águas brasileiras!ÁGUA - QUEM USA, CUIDA!

Nenhum comentário: