sábado, 25 de julho de 2009

MINC vai ao Lixo Inglês "prá Brasileiro ver"

Notícia enviada pela APEDEMA RJMINISTRO DO MEIO AMBIENTE INSPECIONA LIXO NO PORTO DE SANTOS
Carlos Minc disse que Inglaterra errou ao não fiscalizar carga na saída.
O lixo enviado ilegalmente ao Brasil e que está no Porto de Santos deve começar a fazer o caminho de volta para a Inglaterra em dez dias. Já o lixo que está nos portos do sul do país irá a partir da semana que vem. A informação foi dada pelo ministro do Meio Ambiente, Carlos Minc, que esteve na margem esquerda do porto na tarde desta quinta-feira (23). A primeira parada do ministro no Porto de Santos foi no terminal de contêineres da Santos Brasil, onde está parte dos resíduos vindos da Inglaterra, desde o fim do ano passado.

Carlos Minc fez questão de pôr a mão no lixo, e a cada material encontrado, um desabafo de indignação: “Isso é cabelo!”, disse.
Segundo o ministro, até agora, já foram aplicadas multas que chegam a R$ 2,5 milhões, mas a punição não deve se restringir às empresas responsáveis pela remessa ilegal de lixo. Em reunião nesta quarta-feira (22), em Brasília, o ministro conseguiu apoio do Itamaraty para responsabilizar a Inglaterra. “O Itamaraty deu ordem ao nosso escritório de acionar a Inglaterra, com base no artigo 9 da Convenção da Basiléia.

Independentemente de punir as empresas, de levar o lixo de volta, eles erraram em não fiscalizar uma carga que saiu de lá”, afirmou o ministro. Na manhã de quinta, três homens foram presos em Swindon, na Inglaterra, acusados de envolvimento na remessa ilegal de lixo para o Brasil. Eles só tiveram as idades reveladas: 49, 28 e 24 anos.

De acordo com as leis inglesas, a pena para o crime de transporte ilegal de lixo pode chegar a dois anos de cadeia, e o valor da multa é indefinido. As prisões foram resultado de uma ação da agência de meio ambiente britânica, que contou com o apoio da polícia inglesa.

Nenhum comentário: