sexta-feira, 25 de junho de 2010

The Brazilian Time

The Brazilian Time 
A copa do mundo na Africa do sul, , uma grande congregação dos povos através do esporte, o futebol, o evento reúne delegações de trinta e dois países, de diversas etnias, línguas e culturas, enfim, todos inteiramente envolvidos em divulgar o melhor, pois a grande maioria dos atletas atuam em seus Países. 
A seleção brasileira, que todos cantam em prosa e verso como a representante do Brasil, não passa de uma seleção de jogadores "estrangeiros" atuando fora do país, sem nenhum comprometimento, preocupados apenas com os dólares, euros e petrodólares e não existe vinculo nenhum com os times brasileiros e nem com o povo. 
Aliás isso não é surpresa nenhuma, em um país que tudo é transnacional, a telefonia é espanhola, a geração de energia é francesa, a distribuição de energia é americana, o petróleo há muito não é nosso, a sua exploração é feita por empresas estrangeiras e até o nome da PETROBRAS quiseram trocar para PETROBRAX.
Portanto, este desatino pela selação nos escancara uma verdadeira e crua realidade, vivemos em um País onde tudo é estrangeiro, nada é nosso.
Venderam o Brasil!
Agora só falta trocar o nome para BRAZIL. 
Jânio Alberto Lima 
Presidente da ONG WWBrasil

Nenhum comentário: