terça-feira, 20 de novembro de 2012

Dia da Consciência Negra no Rio começa com lavagem do busto de Zumbi

Dia da Consciência Negra no Rio começa com lavagem do busto de Zumbi
Atividades têm início nesta manhã e se estendem até o fim de semana, com shows, mostra fotográfica, sessões de cinema e festas nas comunidades quilombolas
Com mais da metade da população de negros (pretos e pardos), o Estado do Rio de Janeiro comemora hoje (20) o Dia da Consciência Negra. As atividades começaram cedo, com a tradicional lavagem do Monumento Zumbi, na capital, e se estendem até o fim de semana, com shows de música, mostra fotográfica, sessões de cinema e festas nas comunidades quilombolas.
Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), 51,7% da população do Rio é formada por negros - 12,3% pretos e 39,3% pardos. O Pará tem o maior índice de negros - 76,7%, seguido da Bahia (76,2%) e do Maranhão (76,2%). O Rio está na 22ª posição no ranking.
As comemorações na capital começaram na Praça XI, em volta da estátua de Zumbi, símbolo da resistência à escravidão. Com a participação de religiões de matriz africana, a lavagem do monumento é feita pelo afoxé Filhos de Gandhi, Estrela de Oya, com a presença de rodas de baianas, de capoeiras e da Escola de Samba Unidos de Vila Isabel.
As atividades seguem pela zona portuária, onde os pesquisadores estimaram o desembarque de cerca de 1 milhão de negros escravizados na África, no Cais do Valongo. Recuperado durante obras de revitalização, o local recebe o projeto Herança Africana - Intervenções Urbanas no Caminho do Porto, com mostras ao ar livre em todo o bairro.
Leia mais, click aqui

Nenhum comentário: