quarta-feira, 28 de novembro de 2012

Imbituba vem dando um péssimo exemplo

Crime Ambiental: Imbituba vem dando um péssimo exemplo
Imbituba, município localizado no sul do estado de Santa Catarina, é uma cidade que tem nos mostrado uma tendência contrária a das cidades inteligentes, A "Zimba", tem preferido investir mais na poluição do que na natureza. Ao contrário de diversas cidades do mundo, que vem buscando encontrar um equilíbrio sócio-ambiental e uma real sustentabilidade, Imbituba resolveu investir na criação de um Parque Industrial para atrair indústrias e gerar empregos. Mas a realidade imediata que estamos vendo, é bem outra. O Porto da cidade não para de crescer. Onde antes havia um campo de dunas, hoje existe uma fábrica de cimento. E um número ainda maior de empresas e de indústrias vão instalar suas unidades na região nos próximos meses. O crescimento industrial é nítido e a poluição também. Assim como é clara a preferência às industrias e sua poluição do que a preservação e conservação da natureza local. Um progresso as custas da frágil natureza local.
Com praias belíssimas, visuais paradisíacos e um importante ecossistema costeiro, Imbituba é também uma verdadeira capital do surf catarinense. Foi na Zimba que o surf catarinense nasceu e se desenvolveu, e foi em Imbituba que o WCT realizou seus eventos de 2003 a 2010, sempre na Praia da Vila, uma das melhores ondas do Brasil. Com praias badaladas como a Praia do Rosa, a Ibiraquera e a Praia da Vila, Imbituba também possui alguns dos mais belos recantos de Santa Catarina.
Pois essa semana recebemos uma imagem que nos deixou literalmente de boca aberta. Tirada do alto de um parapente, uma fotografia denunciou caminhões retirando areia das dunas da Praia da Ribanceira. Isso mesmo, uma área de preservação permaente, que deveria ser preservada, está sofrendo uma agressiva exploração de areia.
Criminosamente, e de forma sorrateira, caminhões estão roubando a areia das dunas bem debaixo de nossos olhos. A foto comprova a atividade. Prestem bem atenção no lugar de onde estão retirando a areia e o tamanho da área já explorada. Com toda certeza, com a autorização de algum político local.
Vale lembrar que essas dunas são protegidas por lei, deveriam ser absolutamente preservadas e abrigam espécies endêmicas, que só vivem e existem ali. Vale lembrar também, que a Praia da Ribanceira já vem sofrendo de problemas de erosão, e as dunas, ironicamente, são uma importante proteção dessa localidade. Ou seja, em vez de lutar para fixar as dunas e garantir a segurança e a saúde da Praia da Ribanceira, pessoas estão liberando uma exploração criminosa e sem nenhuma noção de bom senso.
Fonte: Facebook

Um comentário:

clairf disse...

vim compra casa aqui e fixa residencia,mas DESISTI,ta suja,poluida,barulhenta,animais abandonados,sem tecnologia e nao conhecem leis.