domingo, 13 de junho de 2010

O GRANDE MAL DO POVO DO BRASIL

 O GRANDE MAL DO POVO DO BRASIL 
Os portugueses não são os responsáveis pela destruição da Nação Índia do Brasil 
Por João Araújo 
Faz algum tempo que consulto as vossas páginas e é com imensa tristeza que vejo que certas acusações continuam a circular em relação aos portugueses e aos tempos de colonização do Brasil, isto 500 anos depois da primeira presença lusitana em terras de Vera Cruz.
Será que são ainda os portugueses os culpados dos políticos brasileiros, após a época de dom Pedro, terem massacrado e exterminado a Nação Índia dando o poder de ocupação aos fazendeiros e gente que nunca respeitou quem quer que fosse? 
Que eu saiba e falo também pelo que está escrito nos livros de história com todas as possibilidades de erro, visto que são verdades as quais podemos sempre por dúvidas e escritas por pessoas que não conhecemos nem sabemos se relatam factos verídicos ou se falam por falar. O que é certo é que os portugueses fizeram mais na mestiçagem que na destruição como tanto vocês insistem em afirmar, o que é o contrário do que foi feito pelos espanhóis, holandeses, franceses e ingleses em tudo quanto foi colônia. 
O grande mal do povo do Brasil é o de até hoje tentar ocultar e deitar nas costas dos portugueses todas as injustiças que têm sido feitas a Nação Índia pelos seus governantes e sistema corrupto que funcionam pelo interesse de alguns em deterimento de milhões que continuam na pobreza e despreso total. 
Isso sim deveria estar escrito nestas páginas, assim como as verdades a partir do princípio do século 20 e para as quais existem provas concludentes, tanto escritas como em imagens, e que eu tenha conhecimento assim como milhões de pessoas que defendem a vossa causa, mesmo muito limitados que estejamos, provam que os portugueses do século 20 nada têm a ver com o que os brasileiros estão fazendo com a Nação Índia há mais de 100 anos. 
[Em tempo:] Estive na aldeia Karajá [em Aruanã, Goiás] em janeiro de 2003, onde fui muito bem recebido por todos e em especial pelo cacique Araruama, o seu filho e o Luís. Tenho muitas saudades vossas e espero poder vê-los de novo. 
Fonte: Associação Ambientalista Corrente Verde

Nenhum comentário: