sábado, 5 de junho de 2010

Porto Alegre capital do crime ambiental Serraria II

Porto Alegre capital do crime ambiental Serraria II
16 de dezembro de 2009 — Esse vídeo mostra um crime ambiental que está sendo praticado a 10 anos numa área de Preservação Permanente, na cidade de Porto Alegre. A Fiscalização e o Ministério Público, não conseguem acabar com a destruição.

O conselheiro do Conselho Municipal do Meio Ambiente do Município de Porto Alegre -RS, representando a ONG União pela Vida - UPV denunciou ao Ministério Público Militar a existência de uma crime ambiental em pleno andamento, alertando certa conivência do Exercito Brasileiro com o "crime ambiental de permitir que se faça funcionar em área de propriedade do Exército um aterro do Departamento Municipal de Limpeza Urbana de Porto Alegre - DMLU sem a respectiva licença do órgão ambiental".
Trata-se de uma área de preservação permanente, neste caso um banhado, que está sendo aterrado com resíduos da construção civil e outros materiais que por serem não-inertes, nem poderiam estar lá por duplo ou até triplo motivo e poderiam ser facilmente reaproveitáveis como resíduos arbóreos.
Fonte: REDE Os Verdes/Via e-mail

Nenhum comentário: