quinta-feira, 27 de agosto de 2009

Bandeiras verdes não funcionam no PV/RS?

Imagem: Minha Black Bike Bandeiras verdes não funcionam no Partido Verde/RS?
A nota publicada em Zero Hora sobre o Movimento que está sendo feito por dirigentes do PV no RS, para mudar os rumos do PV/RS, não trouxe detalhes dos motivos da dita "Insurreição verde", que até o momento está recebendo adesões de vários municípios com Executivas do Partido Verde que estão descontentes com a falta de ações no PV no Estado. Inclusive de pessoas que são simpatizantes do partido.
Recebemos informações dos "insurgentes" de que houve uma tentativa de "pressão" de parte dos "caciques verdes" do RS junto a pessoas que assinaram a Carta de Gravataí (click aqui), principalmente Presidentes de Executivas para que retirem o apoio afim de não perderem os cargos nas Executivas. Outra situação diz respeito ao local onde a Executiva Estadual "pensa" em fazer o encontro com Marina Silva, caso ela venha ao Estado, que, segundo nota no jornal NH de ontem, seria na cidade de Canela/RS, dias 18 e 19 de setembro. Uma cidade turística e caríssima do RS, em um Hotel, quando poderia ser na capital, em local com custos reduzidos e possibilidade de todos os filiados ao PV no Estado de comparecerem. Fica a dúvida se a mudança de rumos políticos do PV no RS não devem ser precedidas de mudanças na condução ética e doutrinária do PV, que é um partido alternativo, pobre em recursos e rico em uma ideologia que não pode se corromper pelo vil dinheiro fácil da vida pública de ostentação e pouca ação efetiva para mudar a vida das pessoas em sociedade. Para um Partido Verde "agora" de ricos e doutores, só o ar bucólico e de ostentação de Canela, na serra Gaúcha para aliviar o momento de diversos assuntos, "velhos assuntos!!!", que a imprensa guardou para usar na produção de jornais na época atual. Quanto mais longe os ativistas Verdes e que carregam a bandeira da defesa ambiental melhor, prá que eles por lá? Se a questão ambiental para o PV no RS é secundária, ou terciária, não sei... mas, a tonelada de papel da "papelera", que foi recebida por doação" em uma eleição é que "não se sabe" se devolveram ou ainda vão usar(?), para lamentos daqueles que militam contra as Monoculturas de Eucaliptos no interior do estado, e é motivo que permanece criando barreiras para que efetivamente muitos verdes ativistas e ambientalistas do RS possam se sentir a vontade com a idéia de apoiar a "nova fase" do Partido Verde no país com Marina Silva.
Nota no NH: "Verdes na Serra - O encontro estadual do Partido Verde será realizado nos dias 18 e 19 de setembro, em Canela, na Serra gaúcha. O presidente estadual da sigla, Edison Pereira, já confirmou a presenças da senadora Marina Silva e do presidente nacional José Luiz de França Penna."
Fica aqui o Protesto!
Júlio Wandam
Militante do PV/RS

Nenhum comentário: