quinta-feira, 20 de agosto de 2009

Trabalho escravo em plantação de Pinus no Rio Grande do Sul

Trabalho escravo em plantação de Pinus no Rio Grande do Sul
Operação resgata 14 trabalhadores em situação análoga à escravo no Rio Grande do Sul.
Eles foram encontrados nos municípios de São José do Norte, Mostardas e na Vila de Bujuru. Uma operação envolvendo o Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), o Ministério Público do Trabalho (MPT), Ibama, Polícia Federal e que contou com a colaboração do Sindicato dos Trabalhadores Rurais do Município de São José do Norte, desarticulou esta semana um foco de 14 trabalhadores em situação análoga à escravo nos municípios de São José do Norte, Mostardas e na Vila de Bujuru (distrito do município de São José do Norte), no Rio Grande do Sul.

Um comentário:

Projeto Reciclarte disse...

Bem, é inacreditável saber que em pleno século XXI há trabalho escravo!
E vergonhoso, muito vergonhoso!
Parabéns pelo blog e pela postagem!

Sou do Projeto Reciclarte, que tal dar uma olhadinha?

Abraço
Mariane Pezente