segunda-feira, 1 de novembro de 2010

Estudo: abelhas resolvem problema melhor que supercomputadores

 Estudo: abelhas resolvem problema melhor que supercomputadores
Pesquisadores da Universidade de Londres afirmam ter descoberto que as abelhas são capazes de resolver complexos problemas matemáticos que computadores podem levar dias calculando
De acordo com publicação da universidade, as abelhas conseguem encontrar o caminho mais curto entre flores, mesmo que elas não estejam ordenadas. Elas são capazes de resolver o Problema do Caixeiro Viajante, que propõe a descoberta do menor caminho que o viajante deve fazer para que visite uma série de cidades, sempre retornando à sua cidade inicial. O problema tem alta complexidade e o esforço computacional cresce exponencialmente com o tamanho do problema, ou seja, o número de cidades - neste caso, flores.
Segundo o professor Lars Chittka, da Escola de Ciências Biológicas e Químicas, as abelhas precisam fazer isso constantemente, ou seja, sempre calcular a menor distância entre flores para otimizar sua busca por néctar, encontrando seu caminho de volta para a colmeia. "Isso não é nada trivial, principalmente se você tem o cérebro do tamanho da cabeça de um alfinete", comenta o pesquisador. Chittka destaca que para resolver o mesmo tipo de problema, computadores podem levar dias. 
Utilizando flores artificiais controladas por computador, a equipe testou se as abelhas seguiriam rotas quaisquer entre elas, mas, em pouco tempo, os animais descobriram a rota mais curta.
Os cientistas esperam que o entendimento de como um cérebro tão pequeno consegue realizar cálculos tão complexos possa ajudar no desenvolvimento de redes e sistemas de comunicação mais modernos e eficientes, sem que sejam necessários supercomputadores.
O site PopSci lembra ainda que as abelhas possuem outras capacidades muito interessantes, como o reconhecimento de rostos humanos e o monitoramento da qualidade do ar.

Fonte: Terra Brasil

Nenhum comentário: