segunda-feira, 29 de novembro de 2010

Jussara Cony na SEMA? Os Verdes acreditam que algo será diferente

Jussara Cony na SEMA? Os Verdes acreditam que algo será diferente
Causou-me surpresa a indicação de Jussara Cony ao cargo de Secretária de Estado do Meio Ambiente e um alívio também por saber que uma farmacêutica de grande valor e bagagem política irá cuidar, entre outras atribuições, o meio ambiente do RS.
Seminário Plantas Vivas...
Durante anos em que minha mãe e pai votaram em Cony, sempre soube de sua ação política pela farmácia natural e pela sua intenção de 'espraiar' como diz o velho Olívio Dutra, suas propostas de criação de viveiros de plantas medicinais, destinadas ao tratamento de doenças comuns, quando um bom chá resolve o problema.
Não preciso e nem mesmo Os Verdes/RS se preocuparem com a ética e com a sabedoria desta mulher que irá comandar uma estrutura que, sucateada nos últimos mandatos de Governo, deixou de ser a referencia para proteger o ambiente gaúcho, para ser na verdade um dos articuladores dos grandes avanços da economia gaúcha, que acabaram criando situações no mínimo estranhas ao direito ambiental e a qualidade de vida oriunda da Carta Magna, quando em dado momento, tivemos o privilégio de assistir o CONSEMA advogando à favor de ‘papeleras’ e não aprovando documentos com aval técnico favoráveis a natureza.
Esta é só uma das lembranças, existem mais outras da realidade vivida pelo Estado frente a "flexibilização" de leis e normas, que agora poderão ter outro enfoque, menos nefasta as florestas gaúchas, local de proteção de inúmeras plantas, nem estudadas quem sabe sobre seu uso na medicina e na cura de doenças.
Pampa em perigo...
Neste caso, com a boa escolha e ascensão de Jussara Cony ao cargo maior da política de Estado para o meio ambiente, posso acreditar que algo será diferente, com mais prudência nas decisões, com menos influência política, que poderá ampliar a participação dos Colegiados ambientais de ONGs e da própria estrutura de controle social que deve, pela lei, reger e dirigir em conjunto as ações com o Estado.
Valorizar o papel do CONSEMA, bem como abrir à APEDeMA, MOGDeMA e outras Redes de ambientalistas organizadas com a finalidade de proteger a natureza, muitas vezes atacada por aqueles que detém o poder de protegê-la também.
E porque isso? No meu entender pela fragilização que ocorre em nome do avanço econômico, que acabou com estruturas do Estado e agora tendem a mexer na lei ambiental, visando mais avanços, em direção ao desconhecido.
O princípio da precaução, já preconizado na Carta Constitucional, deixado de lado quando no mundo urgem ações para cuidar do ambiente, aqui no Brasil querem acabar com as regras que mantiveram intactos morros, mangues, banhados, florestas, rios e outras áreas protegidas, para nelas avançarem com loteamentos, prédios, fábricas e outros empreendimentos. 
Tudo em nome do progresso, sem ordem 
Rios poluidos...
Tais avanços aqui no RS estão sendo danosos ao ambiente, com as plantações de eucaliptos, os despejos químicos e poluição nos rios, as barragens e o não pagamento pela água usada, mesmo com leis e normas aprovadas para o pagamento pelo uso do recurso natural.
Assim, teria muitas outras lembranças para buscar da última década ou mais, para alertar da necessidade de fazer diferente daquilo que o sistema já adotou como prática.
Mudar esta prática é promover uma ação que coloque os devidos pingos nos "is" e os culpados na cadeia se a Justiça assim decidir, pois o crime ambiental no RS tem ficado impune, não é de hoje e não por falta de culpados!
Banhados ameaçados...
O que acreditamos também, com a vinda de Cony, uma comunista convicta de seu papel como político, cidadã e profissional, é que será respeitada as instâncias que dão suporte ao trabalho de comandar um órgão da importância da SEMA, FEPAM, FZB, Zôo e outros departamentos técnicos, que deverão ser ouvidos de imediato para que Cony com um diagnóstico real da saúde do órgão ambiental do Estado, saiba o melhor remédio, de preferência natural que irá sanar e melhorar a estrutura, tirando o ambiente gaúcho da UTI urgentemente para que saibamos que existe cura para todos os males na política ambiental do RS. Oxalá, tenhas proteção e destemor para Salvar-nos!
Seja bem vinda e sucesso em seu novo desafio!
Júlio Wandam
Coordenador de Os Verdes/RS
 
GTCOM/REDE
Afiliada a APEDeMA/RS
Parceira de Yvy Kuraxó, Fundação RasgaMar e Fundação Villas-Bôas

Nenhum comentário: