sábado, 1 de outubro de 2011

Manifestantes de Wall Street marcham contra Polícia e mantêm seu protesto

 
Manifestantes de Wall Street marcham contra Polícia e mantêm seu protesto
Nova York, 30 set (EFE).- Os manifestantes acampados há duas semanas em Wall Street marcharam nesta sexta-feira em silêncio até o quartel-general da Polícia de Nova York para denunciar a "brutalidade" de sua resposta contra o movimento de protesto, que não pensa em abandonar sua luta até ganhar esta queda-de-braço do poder financeiro. 
"Estamos aqui para ganhar esta batalha, e não vamos ir embora até consegui-lo", assegurou à Efe Sydney Steele, um músico de 40 anos coberto de tatuagens que apoia as reivindicações do grupo "Occupy Wall Street", que denunciou esta semana que a Polícia dissolveu um grupo de manifestantes jogando neles spray de pimenta. 
Steele destacou que a Constituição dos EUA estipula que "quando você ganha certa quantidade de dinheiro tem que pagar uma determinada quantidade de impostos". "Mas eles não pagam, e não acontece nada porque são milionários", lamentou. "Mas se você ou eu fazemos isso vamos para a prisão, mas eles não", exclamou. 
Centenas de membros do "Occupy Wall Street", aos quais se uniram dezenas de integrantes de associações a favor dos direitos da mulher, sindicatos e ONG's, caminharam desde a praça Liberty, no coração do distrito financeiro, até o quartel-general da Polícia, no sul de Manhattan.
Fonte: EFE

Nenhum comentário: