domingo, 30 de outubro de 2011

Populações de Tapes, Sentinela do Sul e Cerro Grande do Sul pedem socorro para estradas estaduais

Populações de Tapes, Sentinela do Sul e Cerro Grande do Sul pedem socorro para estradas estaduais
Estrada com mais de 3 décadas de uso
Os moradores e usuários das RS 717 e 715 na região sul do RS estão organizando manifestações para os próximos dias, caso o Governo do Estado não responda as solicitações de audiência com autoridades de Tapes, Cerro Grande do Sul e Sentinela do Sul, que estão pedindo socorro para que sejam melhoradas as condições de tráfego nas rodovias.
S.O.S - RS 715 e RS 717 
Segundo as manifestações via Rede Social do Facebook, há cerca de 60 dias, os municípios de Sentinela do Sul e Tapes aguardam por uma audiência junto a Secretaria de Infraestrutura e com o Governador Tarso Genro (PT) para discutir o futuro das rodovias RS 715 e RS 717.
"Até o momento nenhum sinal,...nenhuma resposta!", disse o Prefeito de Sentinela do Sul/RS. 
Buracos invadem acostamento
"Há 11 meses as obras foram paralisadas. Um serviço de péssima qualidade foi prestado nestas rodovias, que são o principal ponto de acesso aos municípios de Tapes, Sentinela do Sul e Cerro Grande do Sul", diz a nota que circula na Rede de moradores da região, que estão manifestando apoio as iniciativas políticas para resolver a situação. 
"Até agora duas pessoas já morreram. Dezenas de acidentes foram contabilizados", conforme os registros de ocorrência nestas estradas que são importantes para as demandas das municipalidades. 
Por sua vez, o DAER informa que há indícios de desvio de recursos no projeto inicial, motivo pelo qual não pode intervir numa solução definitiva até a conclusão de um inquérito que tramita de forma administrativa no órgão. Contudo, sabe-se que os funcionários responsáveis pelo projeto de recapagem nas rodovias continuam nos seus postos de trabalho. 
Obras ampliaram problemas
"Nada... literalmente nada foi feito até o momento!", reclamam as pessoas, que observaram que as últimas obras ampliaram a situação de degradação da estrada, que encontra-se intransitável. 
"Se estas comunidades tiverem de aguardar mais dois meses para serem ouvidas (de forma republicana como se pregava no início de 2011) pelo Governador, ou quem sabe aguardar mais onze meses para retomada das obras, infelizmente novos acidentes virão..., e os responsáveis pela inércia do Governo, diferente das próximas famílias que serão abaladas, nada sofrerão!", enfatiza a nota, que estimulou dezenas de manifestações dos internautas. 
Fonte: REDE Os Verdes/via Facebook

2 comentários:

CLEOMAR disse...

POIS MEUS AMIGOS VEJAM COMO É CONDUZIDA A SITUAÇÃO DAS ESTRADAS. EXISTE FORTE TENDÊNCIA DO GORVERNO EM APOIAR A CONSTRUÇÃO DA ERS 010, ONDE O GOVERNO DO ESTADO IRÁ APORTAR RECURSOS NA ORDEM DE R$70MILHÕES DE REAIS POR ANO POR 20 ANOS (AINDA COM CEDÊNCIA DE COBRANÇA DE PEDÁGIO). TAL PROJETO JÁ ESTÁ COM O GOVERNADOR, QUE É PRESSIONADO PELA GRANPAL E PELO SECRETARIO DE INFRAESTRUTURA E LOGISTICA, BETO ALBUQUERQUE. O OBJETIVO É DE LANÇAR EDITAL JÁ PARA INICIO DE 2012. QUEM VAI SAIR GANHANDO COM ESTA OBRA, ALÉM DA ODEBRECHT? QUEM SAIRÁ PERDENDO JÁ SABEMOS OU SEJA, TODOS NÓS. GRITEM TAPENSES, POIS SÓ ASSIM SERÃO OUVIDOS.

Dilmar Gomes disse...

Pois é gente, espero que realmente esta obra flua!
Um abração.