segunda-feira, 11 de março de 2013

Japão tem protesto antinuclear em aniversário de Fukushima

Japão tem protesto antinuclear em aniversário de Fukushima
Dezenas de milhares de pessoas protestaram neste domingo no Japão para exigir um abandono rápido da energia nuclear do país, na véspera do segundo aniversário da catástrofe de Fukushima, constatou um jornalista da AFP. Em Tóquio, os manifestantes se reuniram em um grande parque do centro da cidade para ouvir shows ou discursos sonorizados graças à energia solar.
Depois, marcharam em direção ao Parlamento, passando pelo bairro dos ministérios, para entregar aos deputados uma petição na qual exigem do primeiro-ministro japonês, Shinzo Abe, no poder desde as legislativas de dezembro, o desmantelamento das centrais nucleares do país.
“Sayonara (adeus), energia nuclear”, proclamava um cartaz.
Outras manifestações foram realizadas na capital e no resto do país. Segundo os meios de comunicação locais, entre sábado e segunda-feira estavam previstos cerca de 150 atos.
Estas manifestações ocorrem um dia antes do segundo aniversário do terremoto e do tsunami de 11 de março de 2011, que deixaram cerca de 19.000 mortos na região de Tohoku (nordeste) e provocaram um acidente nuclear da central de Fukushima Daiichi.
Esta catástrofe nuclear provocou a emissão de radiações massivas e obrigou 160.000 pessoas a abandonarem suas casas, convertendo-se no pior desastre para o setor desde o de Chernobyl (Ucrânia), em 1986.
Fonte: G1

Nenhum comentário: