domingo, 24 de março de 2013

Surgem fotos do misterioso objeto afundado no Mar Báltico

 
Surgem fotos do misterioso objeto afundado no Mar Báltico
Por Jesus Diaz
Ano passado, um misterioso OVNI em formato de disco com pouco mais de 18 metros de diâmetro foi descoberto no fundo do mar Báltico por um time sueco de exploradores de oceano usando um sonar. Agora, o mesmo time conseguiu chegar perto dele e tirar algumas fotos. De acordo com o mergulhador Stefan Hogeborn, é diferente de qualquer coisa que ele já tenha visto: “Durante a minha carreira de 20 anos composta por 6 mil mergulhos, eu jamais vi algo parecido com isso. Normalmente pedras não queimam. Não consigo explicar o que nós vimos e eu fui lá para encontrar respostas, mas voltei com ainda mais perguntas.”
De início, os mergulhadores pensaram que o disco fosse um tipo de penhasco rochoso. Mas observações mais próximas revelaram algo diferente: “O objeto parecia mais com um cogumelo gigante, medindo 3~4 metros a partir do solo, com laterais laterais curvadas e bordas ásperas.
O objeto tinha um buraco em formato de ovo que leva para dentro a partir do topo, como uma abertura. No topo do objeto eles também encontraram estranhas formações circulares de pedra, quase como pequenas lareiras. As pedras estavam cobertas com algo que lembrava fuligem.”
Os mergulhadores dizem que há um longo caminho de 300 metros que pode ser descrito como “uma pista de fuga ou ladeira meio achatada no leito do mar com o tal objeto no fim da linha.”
Peter Lindberg, um dos fundadores do time sueco Ocean X, sempre deixou claro que eles não estão dizendo que se trata de uma nave espacial de qualquer espécie. Entretanto, eles não sabem do que se trata: “Primeiro pensamos que se tratava só de uma pedra, mas isso é algo mais. E como jamais constataram atividade vulcânica no Mar Báltico, a descoberta ficou ainda mais esquisita. Como leigos, podemos apenas especular como isso poderia ter sido feito pela natureza, mas mas é a coisa mais estranha que nós já presenciamos como mergulhadores profissionais.”
Esses caras não são um bando de malucos caçadores de OVNIs, mas uma empresa que procura barcos afundados e traz de volta sua carga visando lucro. Em 1997 eles encontraram o navio Jönköping, que estava carregado com 2500 garrafas de um incrível champanhe: Heidsieck&Co Monopole 1907 “Gout Americain”  dedicado à Frota Imperial Russa. Eles venderam aquelas garrafas por US$ 13 mil cada.
Objeto estranho
O estranho disco foi encontrado em 19 de junho de 2011, a quase 90 metros abaixo da superfície do Golfo de Betina, que fica em algum lugar entre a Finlândia e a Suécia no Báltico. Pelas imagens, parece ser uma pedra com a superfície extremamente lisa.
O formato talvez o lembre a Millennium Falcon e os registros parecem sugerir que o objeto destruiu parte do fundo do oceano em seu caminho até a posição atual. Mas isso poderia ser qualquer coisa, incluindo uma formação geológica ou, como Lindberg disse na época da descoberta, alguma descoberta arqueológica, uma “nova Stonehenge.” Mas essas explicações não fazem muito sentido.
Lindberg e seu time ainda estão no local, explorando-o e tentando conseguir uma resposta definitiva para o que é aquilo e o que aconteceu. Eu voto a favor da NASA ir para lá e obter a resposta definitiva o quanto antes. Até lá, os seus palpites são tão bons quanto os deles.
Fonte: REDE Os Verdes/via Ocean Explorers

Nenhum comentário: