segunda-feira, 18 de julho de 2011

Após sair do PV, Marina Silva diz que “política não é monopólio dos partidos”

Após sair do PV, Marina Silva diz que “política não é monopólio dos partidos”
Ex-senadora afirma que irá trabalhar para que suas propostas sejam postas em prática
Do R7, com Rádio Guaíba
A ex-senadora Marina Silva, que oficializou sua saída do PV na quinta-feira (7/07), concedeu entrevista à Rádio Guaíba defendendo “uma nova forma de fazer política”.
Apesar de ter recebido quase 20 milhões de votos na disputa pela Presidência em 2010, Marina disse que ainda não vislumbra a disputa de 2014, embora não descarte se lançar candidata novamente.
- A política não é monopólio dos partidos.
Marina se disse decepcionada com a política partidária do país.
- O sistema político brasileiro está estagnado e os partidos também. Viraram máquina de disputar o poder pelo poder.
Para a ex-senadora, a saída do PV faz tanto ela quanto o partido “perderem no particular, mas ganharem no atacado”. Hoje, ela voltou a criticar o PV.
- Se eu defendo a democracia como é que eu vou justificar um partido que não faz eleição para escolher seus dirigentes? Que nomeia os dirigentes e os afasta ao bel prazer do seu presidente o quem quer que seja.
Marina admite que pode perder saindo da legenda, mas afirmou que o déficit político “vale a pena”.
A ex-senadora e ex-ministra do Meio Ambiente afirmou que internet – assim como na sua campanha – será uma de suas principais plataformas de divulgação.
A ex-senadora também afirmou que prefere não se posicionar como possível candidata para 2014.
- Se em 2014, com legitimidade, as circunstâncias da política do Brasil exigirem um passo nesta direção, eu peço a Deus coragem para dá-lo. Neste momento eu não sei se serei candidata ou não. Neste momento é bom, porque quando você fica candidato, tudo o que você faz já tem um passo.
Fonte: REDE Os Verdes/via e-mail

Nenhum comentário: