terça-feira, 12 de julho de 2011

NOTA DO PV DE RUANDA: Um ano após a morte de ativista Verde em Ruanda, "nada" de Justiça

Um ano após a morte de ativista Verde em Ruanda, "nada" de Justiça
Um ano depois, de o ativista do Partido Democrata Verde de Ruanda, vice-presidente André Kagwa RWISEREKA, ser morto em uma emboscada em Ruanda, não houve evolução na solução da morte e na prisão dos assassinos, que ainda não enfrentaram a Justiça. 
"Na data de hoje (13 de julho de 2011), marca um ano desde que o nosso primeiro vice-presidente foi morto. Andre Kagwa RWISEREKA, desapareceu e seu corpo encontrado decapitado no dia seguinte, em Butare, Ruanda" disse o Presidente do PV de Ruanda, Frank Habineza, em nota divulgada na Rede Mundial de Computadores. 
Andre Rwisereka, vice do PDVR
"Um ano depois, ninguém foi levado à justiça. O Ministério Público afirmou que, não tinha provas suficientes para pressionar quaisquer responsáveis", disse a nota do PV Ruandês. 
Na nota divulgada na tarde de hoje (13/07), foi feito um apelo ao Governo de Ruanda para acelerar as investigações e levar à justiça todos os responsáveis. 
Manifestação em Londres em 2010
As homenagens a memória de Andre Rwisereka serão realizados esta semana no Reino Unido, Suécia, Canadá e Ruanda.
Na nota, o Partido Democrata Verde de Ruanda está aguardando para ver presos aqueles que perpetraram em 13 de julho de 2010, uma injustiça, um hediondo ato contra a Vida. 
Fonte: REDE Os Verdes/via Frank Habineza-AfricanGreens

Nenhum comentário: